© 2019 por Ama

Rua Julio de Mesquita Filho, 3-50, Vila Universitária, Bauru/SP

Tel: (14) 3104-8800

  • White Facebook Icon

Existem três tipos principais de perda auditiva: condutiva, neurosensorial e mista. A perda condutiva se dá quando a porção externa ou média da orelha está afetada impedindo a condução adequada do som. A perda neurosensorial se dá quando há problemas na poção mais interna da orelha, como na cóclea. Já a perda auditiva mista acontece quando existem problemas tanto nas porções mais externas quanto na interna. Diversas são as causas da perda de audição, como o envelhecimento, a exposição prolongada a sons fortes, o uso de determinados medicamentos, entre outras. Em alguns casos a perda auditiva pode ser congênita, ou seja, a pessoa nasce com a deficiência

O médico otorrinolarigologista é o profissional responsável por investigar e diagnosticar a perda auditiva. Dentre os exames realizados para detectar a presença de problemas auditivos está a audiometria. Trata-se de um teste auditivo em cabine, realizado por um fonoaudiólogo, onde o paciente responde aos sons que consegue escutar. Neste exame o profissional fonoaudiólogo investiga qual a menor intensidade que o paciente consegue captar em diversas frequências diferentes. Com a audiometria é possível saber se existe a perda auditiva bem como o grau de severidade da mesma. Se achar necessário, o médico poderá solicitar exames complementares para concluir o diagnóstico.